Bolsonaro deve desculpas à mulher de Macron, afirma ex-embaixador brasileiro na França

"A diplomacia é feita de linguagem e civilidade. Houve uma perda da qualidade da linguagem nessa relação que não traz benefícios a ninguém e gera uma animosidade que é o oposto do que a diplomacia busca", afirmou Marcos Azambuja, embaixador brasileiro na França de 1997 a 2003, sobre os comentários sexistas de Bolsonaro contra a mulher do presidente Macron

247 - Marcos Azambuja, embaixador brasileiro na França de 1997 a 2003, e conselheiro emérito do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), afirma que Jair Bolsonaro precisa pedir desculpas a primeira-dama da França, Brigitte Macron.

Ele se refere ao endosso de uma comentário sexista feito por Bolsonaro em sua página nas redes sociais e que comentou uma postagem feita por um internauta no Facebook, que zombava da mulher de Macron por ser mais velha.  

"A diplomacia é feita de linguagem e civilidade. Houve uma perda da qualidade da linguagem nessa relação que não traz benefícios a ninguém e gera uma animosidade que é o oposto do que a diplomacia busca", afirmou o diplomata em entrevista ao jornal O Globo.

"Cortesia de gestos e palavras é importante. Pedir desculpas a uma senhora que você possa ter ofendido é necessário", enfatizou. Azambuja.

Macron classificou o comentário de Bolsonaro como "triste" para os brasileiros, uma "vergonha" para as mulheres brasileiras e "extremamente desrespeitoso". Afirmou ainda que "respeita" os brasileiros e que espera que "eles tenham muito rapidamente um presidente que se comporte à altura" do cargo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247