Bolsonaro fracassa na ONU e é obrigado a retirar resolução contra Venezuela

O jornalista Jamil Chade, que acompanha em Genebra as atividades do Conselho de Direitos Humanos da ONU, infortma que o governo Bolsonaro foi obrigado a retirar projeto de resolução que pretendia condenar a Venezuerla, por falta de votos

Conselho de Direitos Humanos da ONU
Conselho de Direitos Humanos da ONU (Foto: UN Photo / Jean-Marc FerrŽ )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "O governo brasileiro foi obrigado a ceder e aceitou rever sua proposta de resolução na ONU que criaria uma comissão de inquérito internacional para investigar os crimes cometidos por Nicolas Maduro", informa Jamil Chade em seu blog. 

O projeto de resolução do governo brasileiro contou com a oposição de países europeus e diversos latino-americanos. O Itamaraty foi obrigado a flexibilizar sua posição e aceitar apenas o envio de uma missão com um perfil mais restrito. 

O jornalista destaca ainda que o projeto de resolução tinha de fato a autoria dos Estados Unidos que usaram o Brasil como instrumento da sua diplomacia. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email