Bolsonaro pode levar o Brasil à calamidade, aponta o jornal The Guardian

O jornal inglês The Guardian revela que especialistas médicos disseram temer que Jair Bolsonaro possa estar acelerando a marcha do país em direção a uma devastadora crise de saúde pública

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornal inglês The Guardian, em publicação neste domingo (12), aponta que especialistas médicos disseram temer que Jair Bolsonaro possa estar acelerando a marcha do país em direção a uma devastadora crise de saúde pública

O jornal também denuncia que Bolsonaro é um dos quatro líderes mundiais que ainda subestimam a ameaça do coronavírus à saúde pública, ao lado dos presidentes autoritários da Nicarágua, Bielorrússia e Turquemenistão.

"É como se todos estivessem no mesmo trem em direção a uma beira do penhasco e alguém dissesse: 'Cuidado! Há um penhasco! 'E os passageiros gritam:' Ah, não, não existe! 'E o maquinista diz:' Sim, não há nada lá! '”, Disse Ivan França Junior, epidemiologista da faculdade de medicina da Universidade de São Paulo. "Minha tristeza decorre de ver mortes evitáveis ​​que não vamos evitar.", acrescenta. 

Um médico do Hospital Universitário Pedro Ernesto, localizado no Rio de Janeiro, que preferiu não relevar seu nome, disse que a conduta imprudente de Bolsonaro confunde as pessoas com a necessidade de ficar em casa.  "Ele está fazendo uma aposta muito perigosa ... que o Brasil não se comportará como os EUA, como a Inglaterra, como a Itália. Acho que é uma aposta irresponsável, porque há uma grande chance de uma catástrofe acontecer e a chance de uma não acontecer é muito pequena ".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247