CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Bomba mata 35 no noroeste do Paquistão

Exploso controlada remotamente deixou mais de 60 feridos no mais violento ataque em meses na regio tribal do noroeste do pas, onde h forte presena do Taleban

Bomba mata 35 no noroeste do Paquistão (Foto: Fayaz Aziz/REUTERS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Uma bomba detonada por controle remoto matou 35 pessoas e feriu mais de 60 nesta terça-feira, no mais violento ataque em meses na região tribal do noroeste do Paquistão, onde há forte presença do Taleban. A explosão ocorreu em um mercado de Jamrud, uma das cidades da instável região tribal de Khyber, também usada como a principal rota de suprimento para as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) operando no vizinho Afeganistão.

"O número total de mortes na explosão é de 35, enquanto 69 pessoas estão feridas, sendo delas 11 em estado grave", afirmou um graduado funcionário da administração, Shakeel Khan Umarzai.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Outro alto funcionário em Khyber, Mutahir Zeb, disse que o alvo do ataque não era claro. Segundo ele, as informações iniciais apontam que a bomba foi colocada embaixo de uma van.

O noroeste do Paquistão é uma região dominada pelo Taleban e por membros da Al-Qaeda e outros grupos militantes islamitas contrários ao governo. Os insurgentes na região tribal realizaram ataques e atentados que mataram mais de 4.700 pessoas no Paquistão desde julho de 2007.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ataque ao mercado foi o primeiro grande ataque militante no Paquistão desde que um suicida matou 46 pessoas no distrito de Lower Dir, também no noroeste do país, em 15 de setembro. O Paquistão enfrenta a insurgência há anos, com mais de 3 mil soldados mortos no confronto com os militantes. As informações são da Dow Jones.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO