Brasil move ação na ONU contra Venezuela

Itamaraty protocolou projeto de resolução junto à Organização das Nações Unidas (ONU) e será debatida durante a reunião do Conselho de Direitos Humanos, a partir da semana que vem

(Foto: Reuters)

247 - O Governo brasileiro subiu o tom, nesta terça-feira (03), nas relações contra a Venezuela, propondo investigação nas instâncias juríridicas internacionais contra o Governo eleito e legítimo do presidente Nicolás Maduro, que iniciou seu segundo mandato em janeiro deste ano. O pretexto seriam possíveis violações de direitos humanos e perseguição políca, ironicamente a exemplo do que já é praticado no Brasil. 

A informação está no blog do jornalista Jamil Chade, hospedado no portal Uol. Chade afirma que o Itamaraty já protocolou projeto de resolução junto à Organização das Nações Unidas (ONU) e será debatida durante a reunião do Conselho de Direitos Humanos, a partir da semana que vem. Junto com o Brasil, assinam a proposta Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala e Peru. 

Embora seja difícil mensurar as consequências deste tipo de ação nos tribunais internacionais, a medida contribui para manter a instabilidade política na Venezuela e a possibilidade de mais embargos comerciais ao país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247