Brian Mier: acontece com Serra o que aconteceu com Pinochet

Jornalista Brian Mier avalia que, assim como o ditador chileno Augusto Pinochet, José Serra foi descartado pelos EUA. “O PSDB é o partido oficial do partido Democratas, dos EUA. O plano inicial dos golpistas era derrubar Dilma e eleger Hillary Clinton, mas tudo deu errado, pois Trump foi eleito e o PSDB também implodiu”, explica. Assista

www.brasil247.com -
(Foto: Brasil247 | Reuters)


247 - O  jornalista Brian Mier analisa a operação de busca realizada nesta sexta-feira (3) na casa do senador José Serra (PSDB-SP), alvo da Lava Jato, e considera que o ex-governador de São Paulo, assim como o falecido ditador chileno Augusto Pinochet (1915-2006), “foi descartado pelos Estados Unidos”. 

“O PSDB é o partido oficial do partido Democratas, dos EUA. O plano inicial dos golpistas era derrubar Dilma [Rousseff], eleger Hillary Clinton e Geraldo Alckmin em 2018, mas tudo deu errado, pois Trump foi eleito e o PSDB também implodiu. Isso deixou Serra muito vulnerável”, explica o jornalista.

Mier recorda que a relação entre o PSDB e os Democratas era tão explícita “que várias vezes, durante o golpe de 2016, Serra e o ex-senador Aloysio Nunes foram aos EUA para encontrar membros do partido". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele também acrescenta que, após as crises internas que abalaram a força dos tucanos, “o PSDB não possui a mesma força que tinha há cinco anos, deixando Serra numa situação muito vulnerável”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O cara [Serra] passou décadas envolvido em questões muitos duvidosas, agora, quando ele chega perto dos 80 anos, resolvem puni-lo. Os danos já foram feitos. Por que não investigaram Serra na década de 1990?”, questiona. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247 e confira: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email