Cães cantores ‘extintos’ reaparecem na Austrália: duração e potência da vocalização do animal é fenômeno único no mundo (vídeo)

Considerados extintos há mais de 50 anos, os “cães cantores” originários da Nova Guiné foram reencontrados na Austrália. Um novo estudo foi publicado pela "Proceedings of the National Academy of Sciences" relatando a espécie. A vocalização do animal impressiona pela duração e potência

Cão cantor extinto reaparece
Cão cantor extinto reaparece (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Uma espécie de cão considerada extinta foi registrada na Austrália depois de 50 anos. Os cães cantores são animais de médio porte que produzem uma vocalização única no mundo, capaz de impressionar aqueles que conhecem apenas os cantos de lobos e cães domésticos. 

O animal raro ficou conhecido por sua vocalização única, descrita no estudo como um "uivo de lobo com tons de canto de baleia".

A reportagem do jornal O Globo destaca que “de acordo com o estudo, a espécie não era vista em seu habitat natural por cinco décadas, até 2016, quando uma equipe de expedição conseguiu localizar e estudar 15 cães selvagens nas terras altas remotas do lado oeste da Nova Guiné. Uma equipe de acompanhamento voltou ao local do estudo dois anos depois, em 2018, para coletar amostras de sangue e "dados demográficos, morfológicos e comportamentais" dos animais para confirmar se havia ou não uma relação deles com os cães cantores. Com o resultado, os pesquisadores acreditam que os cães das montanhas são espécies originárias de cães cantores da Nova Guiné.”

PUBLICIDADE

A matéria ainda informa que “os pesquisadores planejam continuar pesquisando as populações de cães selvagens das montanhas da Austrália, a fim de aprender mais sobre os animais únicos e suas habilidades vocais. Além disso, eles têm esperança de conseguirem cruzar alguns dos cães selvagens das montanhas com os cães cantores da Nova Guiné para aumentar a população de cães cantores da Nova Guiné.”

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email