Cai o chefe da Casa Civil

S que foi na Frana; sob acusao de assdio sexual, Georges Tron pede para deixar gabinete; agora ele poder se defender com toda a liberdade, justifica primeiro-ministro; que lio!

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O gabinete do primeiro-ministro da França anunciou a renúncia de Georges Tron, que enfrenta uma investigação por assédio sexual. O comunicado neste domingo diz que Tron, um ministro para a Casa Civil, agiu de acordo com o interesse geral ao renunciar, mas não prejudica seu próprio caso. Tron nega as acusações. A renúncia ocorre dias depois que duas mulheres alegaram que sessões de massagem para os pés, entre 2007 e 2010, evoluíram para assédio.

"A decisão irá agora permitir que ele se defenda com toda a liberdade", disse o primeiro-ministro, Francois Fillon, em comunicado. As duas mulheres são ex-funcionárias da prefeitura de Draveil, subúrbio de Paris no qual Tron é prefeito. Ele também é ministro para a Casa Civil no gabinete do presidente Nicolas Sarkozy. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email