Câmara dos EUA aprova novo pacote de sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou o novo projeto de lei que impõe amplas sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte e que limita o poder do presidente Donald Trump de levantar medidas restritivas contra Moscou; o presidente da Câmara, o republicano Paul Ryan, disse em um comunicado que se trata do pacote de medidas mais amplo da história adotado contra esses três países

Câmara EUA
Câmara EUA (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou o novo projeto de lei que impõe amplas sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte e que limita o poder do presidente Donald Trump de levantar medidas restritivas contra Moscou.

O texto foi aprovado no plenário da câmara baixa por 419 votos a favor e três contra.

O presidente da Câmara, o republicano Paul Ryan, disse em um comunicado que se trata do pacote de medidas mais amplo da história adotado contra esses três países.

"O projeto que acabamos de votar com um esmagador apoio bipartidário é um dos pacotes de sanções mais vasto da história", disse Ryan.

O legislador acrescentou que a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte tentaram minar os Estados Unidos e alterar a estabilidade mundial.

As medidas aprovadas incluem novas sanções contra altos funcionários russos devido a uma suposta interferência de Moscou nas eleições de 2016.

Quanto ao Irã e à Coreia do Norte, as medidas punitivas são dirigidas contra os programas de armamentos desses dois países.

O jornal The Washington Post afirmou que membros do Poder Executivo, entre eles o secretário de Estado Rex Tillerson, tentaram limitar o avanço do projeto, em particular, o ponto relativo às sanções contra a Rússia que exige a aprovação do Congresso para que o Governo coloque em prática qualquer atenuação.

O projeto foi alterado na semana passada, para levar em conta os pedidos da administração, em particular os possíveis efeitos negativos em projetos internacionais de exploração de gás e petróleo com parceiros russos. Mas o texto manteve a exigência de que o Congresso tenha que aprovar qualquer atenuação das sanções, de acordo com o WP.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247