Campanha nos EUA tem último debate, que pode ser tenso, com Trump atrás nas pesquisas

Donald Trump, chega nesta quinta-feira (22) ao último debate eleitoral, permanecendo atrás nas pesquisas nacionais. Evento pode ser marcado por tensão, devido à agressividade do presidente candidato à reeleição

Donald Trump e Joe Biden durante debate em Cleveland 29/09/2020
Donald Trump e Joe Biden durante debate em Cleveland 29/09/2020 (Foto: REUTERS/Brian Snyder)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O debate entre Donald Trump e seu adversário, o democrata Joe Biden, acontecerá em Nashville, Tennessee, e será moderado pela jornalista Kristen Welker, da rede de televisão NBC.

A Comissão de Debate Presidencial (CPD), que organiza esses eventos no país, anunciou na última sexta-feira que o encontro terá seis temas: a luta contra a Covid-19, as famílias americanas, a raça, a mudanças climáticas, segurança nacional e liderança.

Segundo analistas, Trump manterá seu tom agressivo para tentar desestabilizar o adversário.

Antes deste debate final decisivo, Trump mais uma vez enfatizou seus ataques pessoais à integridade de seu adversário, afirmando que a família Biden é uma "empresa criminosa", acusando seu filho, Hunter Biden, de ter negócios escusos em outros países, quando Joe Biden era vice-presidente de Barack Obama (2009-2017).

Neste contexto, o debate entre os dois candidatos à Casa Branca promete ser tenso, após um primeiro duelo televisionado particularmente caótico e marcado por interrupções e tiros baratos.

Por sua vez, Biden completou dois dias sem eventos de campanha e, segundo a mídia local, está se preparando para o debate.

Para evitar os incidentes  do primeiro debate, o CPD decidiu silenciar os microfones dos dois candidatos quando estes não tiverem a palavra.

Segundo especialistas, os republicanos querem evitar que a pandemia tenha tanto destaque durante o debate, aspecto que afetou Trump durante a campanha eleitoral, informa a Prensa Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247