Capriles contesta formalmente resultado das eleições

"O próximo passo é contestar formalmente os resultados das eleições nos órgãos judiciais, mesmo sem esperarmos uma resposta favorável do Supremo Tribunal de Justiça", disse Capriles. "Mais cedo ou mais tarde, o nosso país terá nova eleição", acrescentou

Capriles contesta formalmente resultado das eleições
Capriles contesta formalmente resultado das eleições

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O líder da oposição na Venezuela, Henrique Capriles, anunciou que vai contestar formalmente os resultados das últimas eleições presidenciais no país, que ocorreram no dia 14. Capriles perdeu as eleições para o atual presidente Nicolás Maduro. A diferença de votos entre os dois candidatos foi pouco mais de 200 mil.

Pelos dados do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Maduro venceu as eleições com 7.575.506 votos (50,78%), contra 7.302.641 votos (48,95%) de Capriles. Desde o começo das apurações, o oposicionista defendeu a impugnação das eleições, alegando irregularidades.

"O próximo passo é contestar formalmente [os resultados] das eleições nos órgãos judiciais, mesmo sem esperarmos uma resposta favorável do Supremo Tribunal de Justiça", disse Capriles. "Mais cedo ou mais tarde, o nosso país terá nova eleição", acrescentou. Para Capriles,  o procedimento poderia levar a novas eleições.

No último dia 19, Maduro tomou posse como presidente da Venezuela para o período 2013-2019, na Assembleia Nacional. Ele recebeu a faixa presidencial e o colar que era usado por Hugo Chávez das mãos do presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, e de Maria Gabriela Chávez, filha do presidente morto.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247