Caso WikiLeaks: soldado pega 35 anos de prisão

Bradley Manning, do Exército americano, recebeu pena nesta quarta-feira, por fornecer arquivos secretos ao WikiLeaks, na maior violação de dados sigilosos na história dos Estados Unidos; a juíza, coronel Denise Lind, condenou Manning no mês passado por 20 acusações

U.S. soldier Bradley Manning is escorted into court to receive his sentence at Fort Meade in Maryland August 21, 2013. Manning, who was convicted of the biggest breach of classified data in the nation's history, will be told on Wednesday how much of his l
U.S. soldier Bradley Manning is escorted into court to receive his sentence at Fort Meade in Maryland August 21, 2013. Manning, who was convicted of the biggest breach of classified data in the nation's history, will be told on Wednesday how much of his l (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

FORT MEADE, Estados Unidos, 21 Ago (Reuters) - O soldado do Exército dos Estados Unidos Bradley Manning recebeu pena de 35 anos de prisão, nesta quarta-feira, por fornecer arquivos secretos ao WikiLeaks, na maior violação de dados sigilosos na história dos EUA.

A juíza, coronel Denise Lind, condenou Manning no mês passado por 20 acusações, incluindo espionagem e roubo, que poderiam levar a até 90 anos de prisão, embora os promotores tivessem solicitado uma sentença de 60 anos.

(Por Ian Simpson)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email