CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Chefe da Chechênia, Kadyrov chama motim Grupo Wagner de "traição hedionda"

Membros chechenos do Ministério da Defesa e da Guarda Nacional já se dirigiram para as regiões onde as tensões são altas

(Foto: REUTERS/Chingis Kondarov/File Photo)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

RT — O chefe da República Chechena da Rússia, Ramzan Kadyrov, chamou a insurreição do chefe de Wagner de "traição hedionda", acrescentando que ela deve ser reprimida para proteger a unidade da nação em meio ao conflito na Ucrânia.

Membros chechenos do Ministério da Defesa e da Guarda Nacional já se dirigiram para as regiões onde as tensões são altas. "A insurreição deve ser reprimida e, se forem necessárias medidas severas, estamos prontos para elas!", afirmou em uma postagem no Telegram.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO