Chefe da CIA: não há razões para falar de nova Guerra Fria

John Brennan, chefe da Agência Central de Inteligência (CIA) dos EUA, afirmou que não há razões para falar do início de uma nova Guerra Fria; segundo ele, o presidente eleito Trump e a sua administração podem contribuir para a melhora das relações entre o Kremlin e a Casa Branca

John Brennan, chefe da CIA
John Brennan, chefe da CIA (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

John Brennan, chefe da Agência Central de Inteligência (CIA) dos EUA expressou o desejo que as relações entre a Rússia e os EUA melhorem. De acordo com Brennan, apenas o desenvolvimento de boas relações entre Moscou e Washington pode garantir a estabilidade no mundo.

"Sem dúvida, eu espero muito que as relações entre Moscou e Washington melhorem nos próximos anos. Porque é muito importante para estabilidade no mundo, bem como para a própria Rússia e os EUA", disse ele ao canal PBS que anteriormente publicou a primeira parte da entrevista.

Entretanto, ele frisou que não há razões para falar do início de uma nova Guerra Fria. Segundo John Brennan, o presidente eleito e a sua administração podem contribuir para o melhoramento das relações entre o Kremlin e a Casa Branca.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247