Chefe da Interpol está sob investigação, diz China

O órgão anticorrupção da China informou neste domingo (7) que as autoridades chinesas estão investigando Meng Hongwei, chefe da organização global Interpol, por suspeita de violação de leis

Chefe da Interpol está sob investigação, diz China
Chefe da Interpol está sob investigação, diz China
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Reuters - O órgão anticorrupção da China informou neste domingo (7) que as autoridades chinesas estão investigando Meng Hongwei, chefe da organização global Interpol, por suspeita de violação de leis.

Meng também é vice-ministro de Segurança Pública da China e foi dado como desaparecido por sua esposa depois de ter viajado no mês passado da França, onde está localizada a sede da Interpol, para a China.

“O vice-ministro do Ministério de Segurança Pública, Meng Hongwei, está atualmente sendo investigado pela Comissão Nacional de Supervisão por suspeitas de violações da lei”, disse o órgão anticorrupção chinês em um breve comunicado em seu site.

A declaração foi a primeira dada pela China desde que o desaparecimento de Meng foi informado na França na sexta-feira (5).

Quando questionado sobre a declaração chinesa neste domingo, o Ministério do Interior da França disse não ter informações.

O ministério francês divulgou na sexta-feira que a família de Meng não tinha notícias dele desde 25 de setembro. Autoridades francesas afirmaram que sua esposa foi colocada sob proteção policial após receber ameaças.

A polícia francesa tem investigado o que é oficialmente chamado na França de “preocupante desaparecimento”.

A Interpol havia informado na sexta-feira que pediu a Pequim que esclarecesse a situação de Meng. A organização não fez comentários neste domingo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247