China comemora 40º aniversário da Zona Econômica Especial de Shenzhen

A China realizou nesta quarta-feira uma grande reunião para celebrar o 40º aniversário do estabelecimento da Zona Econômica Especial (ZEE) de Shenzhen, na Província de Guangdong, sul da China

Shenzhen, de pequena aldeia a grande centro econômico
Shenzhen, de pequena aldeia a grande centro econômico (Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da China, Xi Jinping, que é também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e presidente da Comissão Militar Central, participou de uma reunião comemorativa do 40º aniversário do estabelecimento da Zona Econômica Especial de Shenzhen. Na ocasião, o líder chinês fez um duscurso rtante em que elogia o desenvolvimento de Shenzhen nos últimos 40 anos como "um milagre na história do desenvolvimento mundial". 

 Xi disse que o estabelecimento de zonas econômicas especiais é um grande movimento inovador feito pelo PCCh e pelo país no avanço da reforma e abertura, bem como na modernização socialista.

Em 26 de agosto de 1980, o Comitê Permanente da quinta Assembleia Popular Nacional, o mais alto órgão legislativo do país, aprovou a criação de zonas econômicas especiais em Shenzhen, Zhuhai e Shantou (Província de Guangdong) e Xiamen (Província de Fujian), informa a Xinhua.

No evento comemorativo do 40º aniversário do estabelecimento da Zona Econômica Especial de Shenzhen, o presidente chinês elencou as cinco conquistas históricas que Shenzhen alcançou; resumiu as dez experiências valiosas de reforma, abertura e desenvolvimento inovador das zonas econômicas especiais (ZEEs) chinesas ao longo dos últimos 40 anos; enumerou seis requisitos para a construção da Zona Econômica Especial de Shenzhen na nova era e fez arranjos para a edificação do espírito civilizacional e do Partido nas ZEEs, segundo o Diário do Povo.

Cinco conquistas históricas

- De uma pequena vila subdesenvolvida a uma metrópole internacional com influência global.

- Da implementação de reformas no sistema econômico ao reformismo abrangente.

- Do foco no desenvolvimento do comércio externo à busca de uma abertura de alto nível em todos os sentidos.

- Do avanço do desenvolvimento econômico à coordenação do progresso socialista nas esferas material, política, cultural, ética, social e ecológica.

- De assegurar que as necessidades essenciais da população sejam correspondidas à conclusão da construção de uma sociedade moderadamente próspera em todos os sentidos.

Dez experiências valiosas

- Aderir à liderança do Partido na Zona Econômica Especial e manter o rumo correto na construção das ZEEs.

- Insistir na otimização do sistema socialista com características chinesas, promovendo a sua maturidade e solidez através de práticas reformistas.

- Aderir à teoria do desenvolvimento enquanto princípio fundamental e à coragem de ser vanguardista, aprofundando o reformismo com o meio de “descongelar” os obstáculos do pensamento.

- Pugnar pela reforma e abertura abrangente, fomentando a atração de capital estrangeiro no mercado interno e a competitividade do investimento doméstico no exterior.

- Insistir na teoria que tem por base a inovação como força dinamizadora, para prosperar na revolução tecnológica e industrial global.

- Insistir na primazia do povo, permitindo que os frutos da reforma beneficiem cada vez mais pessoas, de forma cada vez mais justa.

- Defender a legislação científica, a execução rigorosa da lei, e o seu respeito universal, fazendo com que o Estado de direito seja uma importante garantia do desenvolvimento das ZEEs.

- Praticar o conceito de “montanha limpa, montanha de ouro” de modo a garantir um desenvolvimento sustentável e conciliatório entre a economia e o meio-ambiente.

- Praticar de forma abrangente e precisa o princípio “um país, dois sistemas”, por forma a promover o desenvolvimento integrado entre o continente chinês, Hong Kong e Macau.

- Estimular o intercâmbio das ZEEs na esfera nacional para que estas proporcionem um maior contributo ao desenvolvimento do país.

Seis requisitos

- Implementar de forma inabalável o novo conceito de desenvolvimento.

- Aprofundar a reforma em todos os sentidos.

- Ampliar a abertura de modo abrangente.

- Promover a modernização do sistema de governança urbana com base na inovação.

- Implementar assertivamente a filosofia de desenvolvimento centrada nas pessoas.

- Tomar de maneira pró-ativa medidas promotoras da construção da Grande Área da Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247