China está preparada para defender seus interesses em guerra comercial

A China está totalmente preparada para defender seus interesses na guerra comercial com os Estados Unidos, mas espera que este país possa resolver os problemas através do diálogo em vez de medidas unilaterais, disse nesta quinta-feira (9) o Ministério do Comércio chinês

China está preparada para defender seus interesses em guerra comercial
China está preparada para defender seus interesses em guerra comercial

Reuters - A China está totalmente preparada para defender seus interesses na guerra comercial com os Estados Unidos, mas espera que este país possa resolver os problemas através do diálogo em vez de medidas unilaterais, disse nesta quinta-feira (9) o Ministério do Comércio chinês.

As declarações foram feitas no momento em que uma delegação chinesa liderada pelo vice-premiê Liu He realizará negociações em Washington na quinta e sexta-feiras buscando salvar um acordo que parece estar saindo dos trilhos depois que autoridades dos EUA acusaram a China de voltar atrás em compromissos anteriores e de o presidente Donald Trump ameaçar elevar tarifas sobre produtos chineses na sexta-feira.

Falando a repórteres em Pequim, o porta-voz do Ministério do Comércio, Gao Feng, disse que a China tem determinação e capacidade para defender seus interesses, mas espera que os EUA cheguem a um meio-termo.

"A atitude da China tem sido consistente, e a China não vai sucumbir a qualquer pressão", disse Gao. "A China fez preparativos para responder a todos os tipos de resultados possíveis."

Por seu turno, o gabinete do Representante do Comércio dos EUA disse que as tarifas sobre 200 bilhões de dólares em produtos chineses subirão de 10 para 25 por cento na sexta-feira.

Isso inclui químicos, materiais de construção, móveis e alguns eletrônicos.

Chegar a um acordo exige esforço de ambos os lados, disse Gao, acrescentando que a China demonstrou sua sinceridade ao enviar negociadores a Washington apesar da ameaça dos EUA.

Negociações comerciais são um longo processo, e é normal ter desentendimentos, disse Gao, acrescentando que a China está disposta a continuar com as negociações.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247