China lança petro-yuan e ameaça hegemonia do dólar

Maior consumidora de petróleo do mundo, a China fez um lançamento histórico na semana passada: iniciou as operações de compra e venda do combustível no recém-criado petro-yuan, que substitui as negociações em dólar; decisão chinesa deve afetar a hegemonia da moeda norte-americana; apesar do ceticismo de alguns analistas, o lançamento chinês, na última segunda, deslanchou com sucesso, com mais de 62 mil contratos negociados na primeira sessão do petro-yuan

China lança petro-yuan e ameaça hegemonia do dólar
China lança petro-yuan e ameaça hegemonia do dólar

247 - A China promoveu na semana passada o histórico lançamento de sua moeda própria para as negociações de petróleo, o petro-yuan. 

Maior consumidor e importador de petróleo do mundo, o país asiático pode promover, com seu movimento, um importante abalo na hegemonia do dólar como moeda nas transações internacionais da commodity. 

Muitos analistas do Ocidente afirmaram ver com desconfiança o lançamento do petro-yuan e se mostraram céticos contra sua viabilidade. Os resultados da primeira semana de operações, no entanto, foram animadores para os planos chineses. 

Na última segunda, o início das operações foi um sucesso, com mais de 62 mil contratos negociados na primeira sessão do petro-yuan.

Inscreva-se na TV 247 e assista ao programa Geopolítica sobre a ascensão da China:

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247