China oferece envio de médicos ao Brasil para combater a pandemia

Ministério da Saúde, no entanto, afirmou que ainda não tem esse tipo de perspectiva e prioriza a ajuda para importar equipamentos e insumos médicos

Médicos atendem paciente com Covid-19
Médicos atendem paciente com Covid-19 (Foto: Xinhua/Chen Jing)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - A China ofereceu profissionais médicos ao Brasil para ajudar no combate à pandemia da COVID-19 no país.

Segundo publicou a coluna da jornalista Mônica Bergamo, no jornal Folha de São Paulo, a China resolveu oferecer médicos ao Brasil. A ajuda foi oferecida no âmbito do combate à pandemia do novo coronavírus e teria sido confirmada pelo ministro-conselheiro chinês Qu Yushui na sexta-feira (10).

Ainda segundo a coluna, no entanto, o Ministério da Saúde afirmou que ainda não tem esse tipo de perspectiva e prioriza a ajuda para importar equipamentos e insumos médicos.

Recentemente China e Brasil passaram por sobressaltos diplomáticos devido a comentários do deputado federal Eduardo Bolsonaro e também do Ministro da Educação, Abraham Weintraub, que publicaram opiniões ofensivas em relação ao país asiático devido à pandemia. Ambos foram repreendidos oficialmente pela representação diplomática chinesa no Brasil.

O episódio gerou preocupações em torno do fornecimento dos equipamentos hospitalares exportados pela China, porém, apesar das críticas, a representação chinesa garantiu que pretende manter intactos os laços de amizade entre os países.

No Brasil, segundo os números do Ministério da Saúde, há 19.943 casos confirmados da COVID-19 e 1.074 mortes causadas pela doença.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247