China ‘recruta’ 100 mil patos para deter nuvem gigantesca de gafanhotos

A China recrutou um "exército" de 100 mil patos para combater a gigantesca nuvem de 400 bilhões de gafanhotos que se aproxima do país. Os insetos, vorazes, podem causar grandes prejuízos a plantações

www.brasil247.com - Gafanhotos
Gafanhotos (Foto: Reprodução)


247 - A China recrutou um "exército" de 100 mil patos para combater a gigantesca nuvem de 400 bilhões de gafanhotos que se aproxima do país. Os insetos, vorazes, podem causar grandes prejuízos a plantações. 

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "os insetos se aproximam da China por meio da fronteira com o Paquistão. Em um vídeo postado pela CGTN é possível ver ‘tropas’ de patos caminhando por rodovias do país. A emissora afirma que eles estão se reunindo para enfrentar uma "possível emergência"."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A matéria ainda relata que "os gafanhotos do deserto, grandes herbívoros, chegaram do Irã e já danificaram algodão, trigo e outras culturas. Condições climáticas favoráveis e uma resposta tardia do governo ajudaram os insetos a atacarem as áreas de cultivo, e seu potencial para destruição em larga escala está aumentando o medo de insegurança alimentar no país."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email