China relata 61 novos casos de Covid-19

O governo chinês informou nesta segunda-feira que recebeu relatos de 61 novos casos confirmados de Covid-19 no país, com quatro casos importados e 57 localmente transmitidos

China relata novos casos de Covid-19
China relata novos casos de Covid-19 (Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A China registrou nos últimos dois dias 61 novos casos de Covid-19, informam as autoridades sanitárias. Dos 57 casos transmitidos internamente, 41 foram notificados na Região Autônoma Uigur de Xinjiang, 14 na Província de Liaoning e dois na Província de Jilin, informou a Comissão Nacional de Saúde em seu relatório diário.

Dois novos casos importados foram registrados na Região Autônoma da Mongólia Interior no domingo, enquanto as províncias de Fujian e Sichuan tiveram um novo caso importado cada uma.

Nenhuma morte relacionada à doença foi registrada no mesmo dia, nem novo caso suspeito, disse a comissão.

No domingo, dez pacientes de Covid-19 receberam alta hospitalar após recuperação.

Até o final do domingo, um total de 2.049 casos importados havia sido registrado na parte continental da China. Destes, 1.969 tiveram alta hospitalar após recuperação, com 80 permanecendo internados sendo dois em estado grave. Não foram relatadas mortes por casos importados.

Até o domingo, os casos confirmados na parte continental da China haviam atingido 83.891, incluindo 339 pacientes que ainda estavam em tratamento, com 21 em estado grave.

Ao todo, 78.918 pessoas tiveram alta após a recuperação e 4.634 morreram da doença, segundo a comissão.

Ainda havia três casos suspeitos de Covid-19, disse a comissão.

De acordo com a entidade, 13.935 contatos próximos ainda estavam sob observação médica.

Também no domingo, foram notificados 44 novos casos assintomáticos, incluindo um vindo de fora da parte continental da China, e 31 casos assintomáticos foram recategorizados como casos confirmados.

A comissão disse que 302 casos assintomáticos, incluindo 88 de fora da parte continental da China, ainda estavam sob observação médica.

As informações são da Xinhua.
 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247