Cofundadora do grupo feminista Femen é encontrada morta em Paris

Oksana Shachko, que tinha 31 anos e já não era mais membro do grupo feminista desde 2013, foi encontrada morta em seu apartamento; segundo a líder do Femen, ela cometeu suicídio; ela teria deixado uma mensagem: "YOU ARE FAKE"

Cofundadora do grupo feminista Femen é encontrada morta em Paris
Cofundadora do grupo feminista Femen é encontrada morta em Paris (Foto: REUTERS/Gleb Garanich)

247 - Cofundadora do grupo feminista Femen, a ativista ucraniana Oksana Shachko, que tinha 31 anos e já não era mais membro do grupo desde 2013, foi encontrada morta em seu apartamento nesta segunda-feira 23 em Paris.

Segundo disse a líder do Femen, Inna Chevtchenko, à AFP, ela cometeu suicídio. "Oksana foi encontrada ontem [segunda-feira], em Paris, em seu apartamento. Ela se suicidou".

O movimento feminista ganhou notoriedade na Europa por seus protestos em que normalmente as ativistas apareciam com seios à mostra. Oksana vivia exilada na França desde 2013, onde trabalhava como pintora.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247