Colômbia anuncia que deixará a Unasul em 6 meses

A Colômbia anunciou na segunda-feira (27) sua saída da União de Nações Sul-americanas (Unasul), uma decisão que será efetivada dentro de seis meses

Colômbia anuncia que deixará a Unasul em 6 meses
Colômbia anuncia que deixará a Unasul em 6 meses

247, com Reuters - A Colômbia anunciou na segunda-feira (27) sua saída da União de Nações Sul-americanas (Unasul), uma decisão que será efetivada dentro de seis meses. A justificativa é reveladora do caráter direitista do novo governo: supostamente, o organismo de integração tem sido 'cúmplice' do governo venezuelano.

O bloco foi criado em 2008 e contou com a decidida participação do líder socialista e bolivariano, ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez, falecido em 2013. A Unasul atuou nos terrenos político, econômico e diplomático como contrapeso à influência dos Estados Unidos na região, e patrocinou muitos consensos na América do Sul.

"No dia de hoje, por instruções precisas, o senhor chanceler da República enviou à Unasul a carta na qual denunciamos o tratado constitutivo dessa entidade, e em seis meses se efetivará a saída da Colômbia dessa organização", disse o presidente Iván Duque.

Já em abril Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru haviam anunciado que deixariam de participar por tempo indeterminado da Unasul porque, em sua opinião, o organismo se tornou acéfalo durante a presidência pro tempore da Bolívia, o que não cria as condições para a tomada de decisões.

"Não podemos continuar sendo parte de uma instituição que tem sido a maior cúmplice da ditadura da Venezuela", acrescentou Duque.

O Ministério da Informação da Venezuela não respondeu de imediato a um pedido de comentários feito pela agência Reuters.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247