Colômbia propõe fim da Unasul e novo bloco contra a Venezuela

Países da América do Sul estão propondo acabar com a Unasul e criar um novo grupo diplomático, que teria como prioridade a oposição à Venezuela; é mais uma tentativa de isolar o país governado por Nicolás Maduro; a proposta, feita pela Colômbia, agrava o conflito diplomático na região

Colômbia propõe fim da Unasul e novo bloco contra a Venezuela
Colômbia propõe fim da Unasul e novo bloco contra a Venezuela (Foto: REUTERS/Nacho Doce)

247, com Reuters - Países da América do Sul estão desenvolvendo um novo grupo diplomático para substituir o bloco regional Unasul, que tem forte influência da Venezuela, disse nesta segunda-feira (14) o presidente da Colômbia, Ivan Duque.

A União de Nações Sul-Americanas (Unasul) foi criada há 10 anos em contraposição à influência dos Estados Unidos na região, num momento em que uma série de governos progressistas estavam no poder em diversos países sul-americanos.

Ultimamente, países governados pela direita, como Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Peru suspenderam sua participação no bloco.

O novo grupo, chamado Prosur, buscaria se contrapor à influência do que alguns países da região chamam de ditadura na Venezuela.

"Estamos avançando em direção ao fim da Unasul e à criação da Prosur (Prosul) ... uma plataforma sul-americana para a coordenação de políticas públicas, a defesa da democracia, de instituições independentes e de economias de mercado", disse Duque.

"É muito importante que (a Unasul), que tem sido uma apoiadora da ditadura na Venezuela, seja fechada", afirmou Duque.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247