Condenado, Bradley Manning quer viver como mulher

O soldado dos Estados Unidos Bradley Manning, condenado por vazar documentos secretos dos EUA, disse ser do sexo feminino e quer viver como uma mulher chamada Chelsea

O soldado dos Estados Unidos Bradley Manning, condenado por vazar documentos secretos dos EUA, disse ser do sexo feminino e quer viver como uma mulher chamada Chelsea
O soldado dos Estados Unidos Bradley Manning, condenado por vazar documentos secretos dos EUA, disse ser do sexo feminino e quer viver como uma mulher chamada Chelsea (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

WASHINGTON, 22 Ago (Reuters) - O soldado dos Estados Unidos Bradley Manning, condenado por vazar documentos secretos dos EUA, disse ser do sexo feminino e quer viver como uma mulher chamada Chelsea.

Um comunicado de Manning foi lido no programa "Today", da rede NBC News, nesta quinta-feira.

Manning, 25, recebeu pena de 35 anos a ser cumprida em uma prisão militar por ter fornecido documentos confidenciais ao WikiLeaks, no maior vazamento de dados da história dos EUA.

(Reportagem de Susan Heavey)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email