Constituinte venezuelana revoga imunidade parlamentar de Guaidó

A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela aprovou na noite desta terça-feira (2) a revogação da imunidade parlamentar do presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó

Constituinte venezuelana revoga imunidade parlamentar de Guaidó
Constituinte venezuelana revoga imunidade parlamentar de Guaidó (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Ansa - A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela aprovou na noite desta terça-feira (2) a revogação da imunidade parlamentar do presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó.

A decisão havia sido pedida pelo Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), que acusa Guaidó de violar uma determinação judicial que o impedia de sair do país - Guaidó cruzou clandestinamente a fronteira com a Colômbia e fez um giro pela América do Sul em fevereiro passado.

O presidente da ANC, Diosdado Cabello, disse que está "autorizada formalmente" a continuação do processo contra Guaidó, que se autoproclamou presidente interino da Venezuela e tem sua legitimidade reconhecida por mais de 50 países, incluindo Brasil e Estados Unidos.

"Que nossa Justiça, de acordo com a Constituição e a lei, se encarregue de aplicar os mecanismos previstos nos diferentes códigos de processos penais", declarou Cabello. Segundo o presidente da ANC, Guaidó "é um nada".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247