Coreia do Norte conclui pesquisas e prepara produção em massa de mini drones de reconhecimento

A informação indica que o país está acelerando a produção em massa para fazer reconhecimento próximo das principais instalações militares sul-coreanas. Segundo autoridades de inteligência da Coreia do Sul, o fato de que Coreia do Norte continua a melhorar seus drones é reflexo da ambição que o país tem em identificar bases militares sul-coreanas

(Foto: Peter Russell LBIPP/MOD)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - Os testes de estabilidade do sistema de mini drones serão realizados até o fim de março, e a produção começará imediatamente se não houver nenhum problema durante os testes.

A Coreia do Norte concluiu com sucesso as pesquisas e o desenvolvimento de mini drones, capazes de transmitir informação sem fio, segundo informou uma fonte do Exército norte-coreano ao Daily NK.

É reportado que os drones não podem ser utilizados para lançarem ataques com ogivas nucleares ou outras armas de destruição em massa.

A informação indica que o país está acelerando a produção em massa para fazer reconhecimento próximo das principais instalações militares sul-coreanas.

Segundo autoridades de inteligência da Coreia do Sul, o fato de que Coreia do Norte continua a melhorar seus drones é reflexo da ambição que o país tem em identificar bases militares sul-coreanas.

Os mini drones estão na fase final de desenvolvimento. As provas que vão determinar a estabilidade do sistema terminarão até o fim de março e, se não houver nenhum problema, a produção em massa começará imediatamente, segundo fontes.

Além disso, a fonte afirmou que o líder do norte-coreano enfatizou a "autossuficiência científica" para os militares.

"Assim que a implantação dos pequenos drones estiver completa, poderemos detectar perfeitamente os movimentos do inimigo, marcando uma grande oportunidade para reforçar nossa defesa nacional e o poder militar", disse.

A Coreia do Norte segue a chamada do líder do país, Kim Jong-un, para desenvolver não apenas drones de reconhecimento, mas também uma grande variedade de munições, como foi afirmado durante o 8ª Congresso do Partido do Trabalho em 5 de janeiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email