Coreia do Norte: presidente sul-coreano é "maníaco fascista"

Norte-coreanos no gostaram de saber que vizinhos colocaram em alerta mximo suas tropas aps a morte do ditador norte-coreano Kim Jong-il, em 17 de dezembro

Coreia do Norte: presidente sul-coreano é "maníaco fascista"
Coreia do Norte: presidente sul-coreano é "maníaco fascista" (Foto: REUTERS/KRT )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Coreia do Norte disse que o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, é um "maníaco fascista pró-americano" e um "chefão de maldades" porque colocou em alerta máximo as tropas sul-coreanas após a morte do ditador norte-coreano Kim Jong-il, em 17 de dezembro.

O Comitê para a Reunificação Pacífica da Coreia, no Norte, disse nesta quarta-feira que o exército norte-coreano deveria forçar a Coreia do Sul a "pagar um preço" pela ação. O governo da Coreia do Norte tem atacado regularmente o presidente sul-coreano Lee Myung-bak desde que ele encerrou um política de auxílio ao empobrecido norte em 2008, após tomar posse.

O Norte também criticou o governo de Lee por ter proibido todos os sul-coreanos, com a exceção de duas delegações, de visitarem a Coreia do Norte para prestar homenagens após o falecimento de Kim Jong-il. O comunicado foi publicado pela estatal Agência Central de Notícias da Coreia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email