Costa do Marfim decreta luto por mortos em tumulto

A decisão foi tomada após a morte de 61 pessoas durante um tumulto em Abdjan, a capital econômica do país. Ao visitar vítimas no hospital, o presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, lamentou o ocorrido, classificando o episódio de "tragédia nacional"

Costa do Marfim decreta luto por mortos em tumulto
Costa do Marfim decreta luto por mortos em tumulto (Foto: THIERRY GOUEGNON)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Por três dias, a partir de hoje (2), a Costa do Marfim, na África, está em luto oficial. A decisão foi tomada após a morte de 61 pessoas durante um tumulto em Abdjan, a capital econômica do país. Várias pessoas ficaram feridas. A estimativa das autoridades é que o número de vítimas chegue a 200.

Ao visitar algumas vítimas no hospital, o presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, lamentou o ocorrido classificando o episódio de "tragédia nacional". Por causa do ocorrido, foram canceladas as comemorações de Ano-Novo no país e mantidas as bandeiras a meio mastro. Segundo as autoridades, é uma maneira de homenagear e lembrar as vítimas da tragédia.

O tumulto ocorreu ontem (1º) durante as comemorações do Ano-Novo, na área central da capital econômica da Costa do Marfim. As autoridades da Costa do Marfim investigam as causas do tumulto.

Com informações da agência estatal de notícias da China, Xinhua

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email