Cristãos ligados a Trump gastaram US$ 280 milhões em campanhas contra LGBTs e mulheres pelo mundo, diz ONG

Organizações cristãs da extrema direita, parte delas ligadas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, investiram US$ 280 milhões em campanhas contra a população LGBTQIA+ e direitos das mulheres pelo mundo

Trump discursa em comício de campanha em Omaha
Trump discursa em comício de campanha em Omaha (Foto: REUTERS/Jonathan Ernst)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Organizações cristãs da extrema direita, parte delas ligadas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, candidato à reeleição, investiram US$ 280 milhões em campanhas contra a população LGBTQIA+ e direitos das mulheres pelo mundo. De acordo com reportagem da Open Democracy, que é uma ONG inglesa financiada por George Soros, a América Latina recebeu quase US$ 50 milhões desses grupos por mais de 10 anos.

A Associação Evangelista Bill Graham foi a que mais investiu na América Latina, sendo US$ 21,4 milhões de 2007 a 2014. O segundo grupo que mais investiu no continente latino-americano foi o Focus on the Family, organização cristã fundada em 1977 no sul da Califórnia, nos Estados Unidos (EUA). 

O grupo faz campanhas contra o aborto nos EUA e apoia a criação de centros antiaborto, além de ter sido parceiro do Congresso Mundial de Famílias anti-LGBT.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247