Cuba autoriza medida que amplia possibilidades de atividade individual na economia

A medida anunciada pela ministra do Trabalho, Marta Elena Feito, libera mais de 2 mil atividades onde o trabalho por conta própria poderá ser exercido. Seu propósito, diz, é garantir que "o trabalho por conta própria continue se desenvolvendo"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ministra do Trabalho de Cuba, Marta Elena Feito, anunciou um aumento substancial no número de atividades que poderão ser exercidas por conta própria na economia. 

A lista que reconhecia 127 atividades foi ampliada para 2 mil. 124 continuam listadas como proibidas, por serem setores mais estratégicos. 

A ministra apontou que a medida faz parte do "aperfeiçoamento do trabalho por conta própria" e que seu propósito é garantir que "o trabalho por conta própria continue se desenvolvendo", disse, conforme reportado no mexicano La Jornada.

Segundo o ministro da Economia, Alejandro Gil, a medida também visa estimular a economia cubana, após o estrangulamento internacional e a pandemia da Covid-19 levarem a uma queda de 11% do PIB em 2020.

Ele disse que esse é “um passo importante para o aumento do emprego”.

O governo cubano vem há uma década ampliando as possibilidades para que o trabalho individual, com reformas em setores como o turismo, gastronomia e transporte.

13% da força trabalhista de Cuba já exerce o trabalho por conta própria.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email