'Cúpula pela Democracia' dos EUA tem atitude de confronto contra Rússia e China, diz Moscou

A chamada Cúpula pela Democracia, organizada pelos EUA, tem uma atitude de confronto principalmente em relação à Rússia e à China, informou a chanceler Maria Zakharova

Maria Zakharova
Maria Zakharova (Foto: Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News

Sputnik - A chamada Cúpula pela Democracia, organizada pelos EUA e que deve ser realizada no início de dezembro por meio de videoconferência, tem uma atitude de confronto principalmente em relação à Rússia e à China, informou Maria Zakharova, a representante oficial do MRE russo.

"Este evento tem claramente uma orientação de confrontação e desunião e constitui mais um passo na implementação por Washington da orientação para uma reideologização das relações internacionais no espirito do famigerado conceito da ordem baseada em regras", afirmou diplomata.

Zakharova acrescentou que "sob o slogan de promover a democracia, os EUA estão convocando uma espécie de clube de interesses para enfrentar países que mantêm independência estratégica do Ocidente e que conservam sua visão soberana de uma ordem mundial justa, em primeiro lugar eles são a Rússia e China".

PUBLICIDADE

Além do mais, a representante oficial observou que a referida cúpula organizada pelos EUA contribuirá para o agravamento da tensão internacional.

"A realização do projeto Cúpula pela Democracia contribui claramente para agravar as tensões internacionais [...] O próprio fato da criação de um novo chamado grupo de interesses em uma plataforma ideológica, significa, entre outras coisas, o reconhecimento do fato consumado da multipolaridade do mundo atual, incluindo a existência de centros de poder autossuficientes fora dos EUA e do Ocidente”, concluiu Zakharova.

PUBLICIDADE

A Administração Biden convidou Taiwan para participar da chamada Cúpula pela Democracia em dezembro, de acordo com uma lista de participantes publicada na terça-feira (23). Tal passo provavelmente pode irritar a China, que vê a ilha como seu território. A lista de convidados divulgada pelo Departamento de Estado inclui 110 participantes.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email