Debate na França: nenhum vencedor, um perdedor

Nicolas Sarkozy, que tem 6 pontos de desvantagem nas pesquisas de inteno de voto, se encontrou em grande parte do tempo na defensiva, quando deveria ser o mais firme e agressivo possvel para conquistar indecisos e eleitores da extrema-direita

Debate na França: nenhum vencedor, um perdedor
Debate na França: nenhum vencedor, um perdedor (Foto: Patrick Kovarik/REUTERS)

Roberta Namour, correspondente do 247 em Paris – Há exatos cinco anos, o candidato da direita Nicolas Sarkozy e a socialista Segolène Royal subiam as escadas do cenário montado pela TF1 para o debate político antes da eleição presidencial. A esquerda estava em alta, impulsionada por um Jacques Chirac desgastado após 12 anos no poder. Mas bastaram alguns minutos de trocas de farpas para que Sarkozy conquistasse a insegurança de Segolène. Ela perdeu as estribeiras e, consequentemente, a eleição de 2007.

O embate entre Nicolas Sarkozy e o socialista François Hollande ontem à noite não teve, nem de longe, o mesmo fim. Aos olhos de quase 18 milhões de telespectadores, Hollande não se deixou intimidar pela firmeza e agressividade do presidente ainda em exercício. Pelo contrário. Ele assumiu fisicamente o papel de favorito: menos agressivo, mais centrado. Sarkozy, que via nesse encontro a sua última chance de virar o jogo a seu favor, começou a se irritar a medida que o tempo passava. Ele se deu conta de que o controle escapava de suas mãos.

Sarkozy tentou a todo preço evidenciar a falta de experiência do candidato da oposição em temas importantes como adesativação das usinas nucleares, a dívida pública e a crise europeia. Hollande, em contrapartida, insistiu nos balanço negativo dos cinco anos de governo do presidente, principalmente na questão do desemprego e dos problemas sociais.

Sarkozy, que tem 6 pontos de desvantagem nas pesquisas de intenção de voto, se encontrou em grande parte do tempo na defensiva, quando deveria ser o mais firme e ofensivo possível para conquistar indecisos e eleitores da extrema-direita. Se o duelo de ontem à noite não teve um vencedor, ele certamente terminou com um perdedor.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247