Departamento de Estado dos EUA vai divulgar e-mails de Hillary

Correspondência eletrónica de Hillary Clinton tem sido motivo de discussão desde que admitiu, em março, que usou uma conta privada para toda a sua correspondência eletrônica enquanto era secretária de Estado, entre 2009 e 2013; seus rivais republicanos acusam a candidata às eleições presidenciais de 2016 de ter usado uma conta privada para manter a correspondência fora dos registros oficiais

Correspondência eletrónica de Hillary Clinton tem sido motivo de discussão desde que admitiu, em março, que usou uma conta privada para toda a sua correspondência eletrônica enquanto era secretária de Estado, entre 2009 e 2013; seus rivais republicanos acusam a candidata às eleições presidenciais de 2016 de ter usado uma conta privada para manter a correspondência fora dos registros oficiais
Correspondência eletrónica de Hillary Clinton tem sido motivo de discussão desde que admitiu, em março, que usou uma conta privada para toda a sua correspondência eletrônica enquanto era secretária de Estado, entre 2009 e 2013; seus rivais republicanos acusam a candidata às eleições presidenciais de 2016 de ter usado uma conta privada para manter a correspondência fora dos registros oficiais (Foto: Roberta Namour)

Da Agência Lusa

O Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciou que vai divulgar 3 mil páginas com mensagens de correio eletrônico da ex-secretária de Estado Hillary Clinton, depois da ordem de um juiz federal. Os documentos vão ficar disponíveis no site do Departamento de Estado na internet.

A correspondência eletrónica de Hillary Clinton tem sido motivo de discussão desde que admitiu, em março, que usou uma conta privada para toda a sua correspondência eletrônica enquanto era secretária de Estado, entre 2009 e 2013.

Os rivais republicanos acusam Hillary Clinton, candidata às eleições presidenciais de 2016, de ter usado uma conta privada para manter a correspondência fora dos registros oficiais.

Ela argumentou que no fim de 2014 enviou 55 mil páginas impressas, correspondentes a 30 mil mensagens, a agentes da administração que vão arquivar a informação e disponibilizá-la ao público, como requerido por lei.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247