Deputada baleada volta para votar a favor do aumento do teto

Ademocrata Gabrielle Giffords, vtima de tiroteio em 8 de janeiro, se disse desapontada com rumo das negociaes para o aumento do limite de endividamento dos EUA e foi um dos 269 votos que aprovou a lei na Cmara

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Oito meses depois de ser baleada na cabeça em Tucson, Arizona, a deputada democrata Gabrielle Giffords voltou à Câmara para votar a favor da lei que aumenta o teto de endividamento do país, aprovada por 269 votos a 161. “Acompanhei o debate sobre o nosso teto de endividamento de perto e fiquei profundamente desapontada com o que está acontecendo em Washington”, disse Giffords em declaração concedida em seu gabinete.

“Depois de semanas de debates em vão em Washington, gostei de ver uma solução para essa crise. Acredito fortemente que o bem do povo americano é mais importante que partidos políticos. Eu tinha de estar aqui para esta votação. Não poderia arriscar que minha abstenção quebrasse nossa economia”, disse.

Em dezembro de 2009 e em fevereiro de 2010, Giffords votou contra o aumento do limite de endividamento dos Estados Unidos. Neste ano, acabou mudando o voto em consideração à instabilidade econômica do país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email