Deputada trumpista que defendeu a execução de adversários é punida na Câmara dos EUA

Deputada republicana defendeu a execução de lideranças democratas, incluindo a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, além da tese de fraude nas eleições de novembro

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Deputada da extrema-direita que fez comentários com discurso de ódio e conclamava seguidores a cometer atos antidemocráticos e de violência contra políticos adversários foi punida pelo parlamento. Isso aconteceu nos Estados Unidos onde a Câmara dos Deputados puniu a deputada republicana Marjorie Taylor Greene e cujos comentários feitos em redes sociais ao longo dos anos traziam mensagens de ódio e conclamavam seus seguidores a cometer atos de violência contra políticos democratas.

Por 230 votos - incluindo 11 republicanos - a 199, a deputada, que é ligada ao movimento conspiracionista QAnon, foi removida de todos os cargos em comissões na Casa.

Em seu discurso de defesa, a deputada disse que as mensagens eram "palavras de meu passado, e essas coisas não me representam, não representam meu distrito e não representam meus valores".

Publicações da deputada veio a público, incluindo teorias da conspiração sobre um “Estado Profundo” que controlava a política em Washington, questionamentos sobre a veracidade de massacres, incluindo em escolas além de comentários marcados pela xenofobia e antissemitismo.

Além disso, ela defendeu a execução de lideranças democratas, incluindo a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, e a tese de fraude nas eleições de novembro.

"Se alguém começar a ameaçar as vidas dos congressistas democratas, seremos os primeiros a eliminá-lo das comissões. Eles (republicanos) tiveram a oportunidade de fazê-lo", declarou Nancy Pelosi.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email