Derrotado em referendo, Cameron anuncia renúncia

Primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, anunciou nesta sexta-feira sua intenção de renunciar em outubro depois que os britânicos votaram a favor da saída da União Europeia (UE); "Os britânicos votaram pela saída e sua vontade deve ser respeitada"; segundo ele, o país precisa de uma nova liderança para levar adiante a decisão do referendo: "A negociação deve começar com um novo primeiro-ministro", disse; "Agora que a decisão foi tomada, precisamos encontrar o melhor caminho. Farei o que for preciso para ajudar. Eu amo esse país e me sinto honrado de ter servido a ele"; responsável pela convocação do referendo, ele estava sobre intensa pressão para renunciar, depois de ter se posicionado a favor de permanecer no bloco europeu e alertado sobre o risco do "Brexit"

London- UK- 10/05/2015- Following the results of the 2015 general election, the Prime Minister David Cameron made a speech outside Downing Street. Photo: Robert Thom/ The Prime Minister's Office
London- UK- 10/05/2015- Following the results of the 2015 general election, the Prime Minister David Cameron made a speech outside Downing Street. Photo: Robert Thom/ The Prime Minister's Office (Foto: Roberta Namour)

247 com agências - O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, anunciou nesta sexta-feira sua intenção de renunciar em outubro depois que os britânicos votaram a favor da saída da União Europeia (UE). 

"Os britânicos votaram pela saída e sua vontade deve ser respeitada", afirmou Cameron. "A vontade dos britânicos deve ser seguida". Segundo ele, o país precisa de uma nova liderança para levar adiante a decisão do referendo. "A negociação deve começar com um novo primeiro-ministro", disse o político.

"Agora que a decisão foi tomada, precisamos encontrar o melhor caminho. Farei o que for preciso para ajudar", afirmou Cameron, projetando deixar o cargo até outubro. "Eu amo esse país e me sinto honrado de ter servido a ele."

Responsável pela convocação do referendo,  ele estava sobre intensa pressão para renunciar, depois de ter se posicionado a favor de permanecer no bloco europeu e alertado sobre o risco do "Brexit".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247