Diplomacia de Xi Jinping propõe 'comunidade de futuro compartilhado'

Um plano sobre a diplomacia da China, esboçado em uma reunião de alto nível na semana passada, destacou o esforço para alcançar a revitalização nacional e promover o progresso humano

China Vice-President Xi Jinping stands during a trade agreement ceremony between the two countries at Dublin Castle in Dublin, Ireland February 19, 2012. REUTERS/David Moir (IRELAND - Tags: POLITICS BUSINESS HEADSHOT) - RTR2Y43M
China Vice-President Xi Jinping stands during a trade agreement ceremony between the two countries at Dublin Castle in Dublin, Ireland February 19, 2012. REUTERS/David Moir (IRELAND - Tags: POLITICS BUSINESS HEADSHOT) - RTR2Y43M (Foto: Reinaldo)

247, com Diário do Povo - O discurso do presidente Xi Jinping na Conferência Central sobre o Trabalho Relativo às Relações Exteriores, realizada em Pequim na sexta-feira (22) e sábado (23), não apenas resumiu os avanços e experiências diplomáticas da China desde o 18º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCC) em 2012, mas também definiu claramente o "pensamento da diplomacia do socialismo com características chinesas na nova época."

Em seu discurso, Xi, que é também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e presidente da Comissão Militar Central, listou 10 princípios que a diplomacia do país deve apoiar, com clarificação em orientação política, missões históricas, grandes ideias diplomáticas, planos estratégicos e direção do desenvolvimento.

A parte essencial do "Pensamento de Xi Jinping sobre o Socialismo com Características Chinesas na Nova Época", seus princípios, podem ser considerados como os avanços feitos pelo Comitê Central do PCCh com Xi no núcleo em inovações teóricas e práticas em diplomacia.

Segundo estes princípios, a China "avançará a diplomacia de país importante com características chinesas para cumprir a missão de realização da revitalização nacional" e "preservará a paz mundial e buscará o desenvolvimento comum com o propósito de promover a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade."

Em seu discurso, Xi disse que o período entre o 19º e 20º Congresso Nacional do PCC seria "uma ligação histórica" para alcançar as duas metas centenárias da China.

O desenvolvimento e o papel mais ativo do país na governança mundial trarão mudanças positivas. Na reunião, a China prometeu "avançar a Iniciativa do Cinturão e Rota sob o princípio de alcançar o crescimento compartilhado através do debate e da colaboração, seguir o caminho de desenvolvimento pacífico com base no respeito mútuo e cooperação de ganhos recíprocos, desenvolver parcerias mundiais enquanto avança na agenda diplomática, e liderar a reforma de sistema da governança mundial com o conceito de imparcialidade e justiça."

As ideias diplomáticas da China ganharam crescente reconhecimento na comunidade internacional. Uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade e a Iniciativa do Cinturão e Rota foram incorporadas em documentos das Nações Unidas.

As novas ideias foram apoiadas por ações diplomáticas concretas diplomáticas. Com a conferência do Fórum de Boao para a Ásia em que saudaram a reforma e abertura e a cúpula da Organização de Cooperação de Xangai que se concentrou em revitalizar o Espírito de Xangai, a China hospedará outros dois grandes eventos internacionais este ano - a cúpula do Fórum de Cooperação China-África que se concentrará na Iniciativa do Cinturão e Rota, e a Exposição Internacional de Importação da China para mais abertura do mercado.

Um novo capítulo da diplomacia chinesa será aberto, com a China em seu melhor período de desenvolvimento nos tempos modernos, e o mundo passando mudanças profundas e sem precedentes.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247