Documento da chancelaria chinesa revela verdadeira face dos EUA como “Império das Mentiras”

O documento lista 21 erros das políticas estadunidenses sobre a China

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Aly Song)


Rádio Internacional da China - O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, fez recentemente um discurso para a Sociedade Chinesa nos EUA, disseminando a teoria da “ameaça chinesa”, interferindo nos assuntos internos do país e difamando as políticas internas e externas da China. No dia 19, o Ministério das Relações Exteriores da China divulgou um relatório intitulado “Erros dos EUA no seu conhecimento sobre a China e os fatos”, revelando o caráter mentiroso e hipócrita das políticas norte-americanas sobre a China.

Com cerca de 40 mil caracteres, o documento lista 21 erros das políticas estadunidenses sobre a China, deixando claro, através de argumentos convincentes, o fato de que os EUA são o maior perturbador da ordem internacional, o inventor da “diplomacia da ameaça”, o maior violador dos direitos humanos e o maior país hacker do mundo.

A mentira das mentiras inventadas pelos EUA é a afirmação de que “a China constitui o desafio mais severo de longo prazo para a ordem internacional”, enquanto “os EUA são os defensores das leis, acordos, princípios e instituições internacionais”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A China, sendo um dos países criadores das Nações Unidas, foi o primeiro a assinar a Carta da ONU. Entre os membros permanentes do Conselho de Segurança, a China é aquele que envia mais agentes para as operações de manutenção de paz da ONU e o segundo maior contribuinte para o fundo da ação de paz. Desde a iniciativa do “Cinturão e Rota”, até as seguintes iniciativas para o desenvolvimento e segurança global, a China vem tentando continuamente buscar soluções para os problemas que o mundo enfrenta, e sempre protegendo a ordem internacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quanto aos EUA, na sua história de mais de 240 anos, em apenas 16 anos não desencadeou guerras, sendo por isso o “país mais bélico do mundo”. O dia 20 de junho assinala o 22º Dia Mundial dos Refugiados. O relatório divulgado pela Agência da ONU para Refugiados indica que o número de pessoas que perderam suas casas bateu o recorde histórico este ano ao chegar a 100 milhões. A cifra é o resultado maligno de invasões e interferências de longo prazo realizadas por certos países, incluindo os EUA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os EUA também prejudicam o desenvolvimento global, pois colocam as leis nacionais em cima das internacionais, recorrem à “jurisdição de longo alcance”, abusam das medidas de sanções ignorando a resolução da ONU e estabelecem barreiras para indústrias de outros países usando a hegemonia financeira e tecnológica. Cada um destes itens viola as regras internacionais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email