Droga antiviral tem ação significativa contra coronavírus in vitro e em camundongos

A droga produziu melhora da função pulmonar e diminuição das cargas virais nos animais observados

Imagem de computador criada pela Nexu Science Communication, em conjunto com o Trinity College, em Dublin, mostra um modelo estruturalmente representativo de um betacoronavírus, que é o tipo de vírus vinculado ao COVID-19, mais conhecido como coronavírus ligado ao surto de Wuhan. 18/02/2020 NEXU Science Communication/via REUTERS
Imagem de computador criada pela Nexu Science Communication, em conjunto com o Trinity College, em Dublin, mostra um modelo estruturalmente representativo de um betacoronavírus, que é o tipo de vírus vinculado ao COVID-19, mais conhecido como coronavírus ligado ao surto de Wuhan. 18/02/2020 NEXU Science Communication/via REUTERS (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Um antiviral se mostrou promissor contra o Sars-CoV-2 em estudo in vitro e contra coronavírus em camundongos. A droga produziu melhora da função pulmonar e diminuição das cargas virais nos animais observados, segundo estudo publicado nesta segunda-feira (6) na revista Science Translation Madicine. A informação é do jornal Folha de S.Paulo. 

Os pesquisadores, inicialmente, usaram a droga em células epiteliais pulmonares infectadas com Mers (que também é um coronavírus). Notaram, na aplicação, um potente efeito antiviral. Na mesma linha e com resultados também positivos, a droga foi testada em células dos rins de um macaco-verde africano infectadas pelo novo coronavírus.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email