E-mail racista questiona certidão de nascimento de Obama

Repassado por Marilyn Davenport, militante do Tea Party, contedo mostra presidente dos EUA como filho de chimpanzs

247_ A polêmica sobre a não divulgação da certidão de nascimento do presidente Barack Obama gerou uma manifestação explícita de racismo – e uma das mais grosseiras já praticadas contra ele -, com origem entre seus adversários no Partido Republicano. Marilyn Davenport, militante do conservador Tea Party – o braço direito do partido -, divulgou pela internet uma montagem fotográfica em que Obama aparece como um pequeno macaco, filho de um casal de chimpanzés. “Agora você sabe porque não há certidão de nascimento”, diz a frase que acompanha a imagem. O Tea Party incentiva a circulação dos boatos que dão conta que Obama não teria nascido no Havaí, como sempre afirmou, mas em outro país. A Constituição dos EUA não permite que estrangeiros exerçam a Presidência. Obama jamais divulgou sua certidão de nascimento.

Marilyn não parece tão constrangida pelo que fez – e ainda não há informações sobre se sofrerá algum tipo de ação civil a ser movida pelo presidente. Ela apenas pediu desculpas pelo gesto, afirmando que se tratava de uma piada de internet. “Todos os que me conhecem sabem que não sou racista”, afirmou, sem convencer. “Foi uma brincadeira, tenho amigos negros, não pensei que fosse incomodar”. Ela disse que recebeu a mensagem por e-mail e a repassou adiante, para poucas pessoas. O e-mail racista foi divulgado pela revista OKWeekly.

A própria representação do Partido Republicano no condado de Orange exigiu a renúncia de Marilyn da direção regional partidária, mas ela diz que irá permanecer. “Estão querendo fazer uma tempestade em copo d’água”, disse Marilyn.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247