HOME > Mundo

Em discurso na ONU, Trump “criou” novo país africano: a Nambia

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mencionou duas vezes, durante o seu encontro com os líderes dos países africanos no âmbito da 72ª sessão da Assembleia Geral da ONU, um país inexistente, a "Nambia"; "Na Guiné e Nigéria lutaram conta um surto horrível do vírus Ébola. O sistema de saúde da Nambia se torna cada vez mais autossuficiente", disse; entretanto, no discurso publicado no site da Casa Branca, a "Nambia" foi substituída pela Namíbia

Presidente dos EUA, Donald Trump, em discurso na 72ª Assembleia Geral da ONU 19/09/2017 REUTERS/Shannon Stapleton (Foto: Paulo Emílio)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mencionou duas vezes, durante o seu encontro com os líderes dos países africanos no âmbito da 72ª sessão da Assembleia Geral da ONU, um país inexistente, a "Nambia".

"Na Guiné e Nigéria lutaram conta um surto horrível do vírus Ébola. O sistema de saúde da Nambia se torna cada vez mais autossuficiente", disse o presidente.

Entretanto, no discurso publicado no site da Casa Branca, a "Nambia" foi substituída pela Namíbia. Mais do que isso, foram introduzidas outras alterações no discurso.

Não é pela primeira vez que Trump comete um erro na designação dos nomes dos países. Uma vez, o presidente norte-americano gerou polêmica quando usou o artigo definido inglês "the" falando sobre a Ucrânia.

O ex-embaixador dos EUA na Rússia, Michael McFall criticou em seu Twitter as palavras do presidente norte-americano, assinalando que esse tratamento é insultuoso para os ucranianos, pois em inglês a Ucrânia com o artigo definido significa República Socialista Soviética da Ucrânia, ou seja, parte da URSS, mas hoje em dia é um país soberano e o seu nome, segundo as regras da língua inglesa, deve ser usado sem artigo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: