Em mensagem, Kadafi critica ataques da Otan na Líbia

Em sua primeira fala pblica em semamas, ditador lbio diz que o que acontece no pas " uma farsa"; udio foi veiculado nesta tera-feira pela emissora sria Arrai

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O líder em fuga da Líbia, Muamar Kadafi, denunciou os recentes eventos na Líbia, em mensagem de áudio veiculada nesta terça-feira pela emissora Arrai, sediada na Síria. "O que está ocorrendo na Líbia é uma farsa que pode apenas continuar graças aos ataques aéreos [da Otan], que não durarão para sempre", disse Kadafi em sua primeira fala pública em semanas.

Kadafi se referiu aos ataques aéreos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que têm ajudado os rebeldes a tomar posições que eram do regime. Acredita-se que Kadafi esteja escondido na Líbia, apesar de membros de sua família terem fugido para Argélia e Níger, após combatentes rebeldes tomarem Trípoli em 23 de agosto.

"Não exultem nem acreditem que um regime foi deposto e outro imposto com a ajuda de ataques aéreos e marítimos", afirmou Kadafi no breve áudio. É a primeira gravação divulgada dele desde 8 de setembro, quando ele negou que tivesse fugido para o Níger. Regularmente, porém, o ex-líder envia mensagens à emissora através de seu porta-voz Mussa Ibrahim.

Kadafi, seu filho Seif al-Islam e o ex-chefe de inteligência Abdullah al-Senussi são procurados pelo Tribunal Penal Internacional (TPI), sob suspeita de supostos crimes contra a humanidade.

Também nesta terça-feira, combatentes rebeldes informaram que capturaram o aeroporto e um forte em Sabha, no sul do país, a 800 quilômetros de Trípoli. Além disso, há confrontos em duas cidades ao norte, Sultana e Sirta.

Nos Estados Unidos, autoridades de vários países se preparam para reuniões nos intervalos da Assembleia Geral da ONU, em Nova York, a fim de discutir o futuro da nova Líbia. As informações são da Dow Jones.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247