CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Em pronunciamento criminoso, Bolsonaro fala em gripezinha, pede para pessoas voltarem ao trabalho e ataca Drauzio Varella

Em pronunciamento no rádio e TV, Jair Bolsonaro voltou a comparar a Covid-19 a uma "gripezinha" ou "resfriadinho", atacou a imprensa e usou idosos para criticar o fechamento de escolas. Bolsonaro ainda voltou a atacar as medidas dos governadores, pedindo para eles "abandonarem o conceito de terra arrasada"

Imagem Thumbnail
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Jair Bolsonaro fez um pronunciamento no rádio e na TV na noite desta terça-feira (24), e voltou a minimizar a gravidade da pandemia do novo coronavírus. 

Bolsonaro voltou a comparar a Covid-19 a uma "gripezinha" ou "resfriadinho" e pediu para prefeitos e governadores "abandonarem o conceito de terra arrasada", que, para ele, inclui o fechamento do comércio "e o confinamento em massa".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"O grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas? Raros são os casos fatais de pessoas sãs com menos de 40 anos", disse Bolsonaro. 

Durante o seu pronunciamento, panelaços ocorreram em São Paulo, em bairros como Bela Vista e Santa Cecília, na região central. Também foram registrados protestos em Brasília, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Assista ao pronunciamento de Jair Bolsonaro:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO