Embaixadores de China e Rússia em Washington dizem que EUA não estão em posição de falar sobre democracia

A chamada “cúpula da democracia”, que será realizada pelos EUA entre os dias 9 e 10 de dezembro, não passa de truque dos EUA para criar confrontação ideológica, produzir divergência e defender a hegemonia

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Aly Song)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - “Os combates e turbulências incessantes do mundo comprovam que divulgar a ‘democracia’ e sobrepor sistemas e valores a outros países prejudicam gravemente a paz, a segurança e a estabilidade regional e internacional”, comentou um artigo escrito em conjunto pelos embaixadores da China e da Rússia nos Estados Unidos na revista norte-americana The National Interest, informa a Rádio Internacional da China.

A chamada “cúpula da democracia”, que será realizada pelos EUA entre os dias 9 e 10 de dezembro, não passa de truque dos EUA para criar confrontação ideológica, produzir divergência e defender a hegemonia. Segundo o relatório divulgado pela Associação Chinesa de Pesquisa sobre os Direitos Humanos, desde o fim da Segunda Guerra Mundial até o ano de 2001, ocorreram 248 confrontos armados em 153 regiões do mundo, dos quais 201 foram desencadeados pelos EUA, representando 81% do número total. Desde o bombardeio  contra a República Federal da Iugoslávia, a invasão ao Afeganistão e as intervenções militares no Iraque e Líbia, a “remodelação democrática” dos EUA provocou grandes perdas humanas e materiais nesses países. Tomando a Guerra no Iraque como exemplo, durante cerca de 20 anos, mais de 30 mil civis morreram e mais de 60 mil ficaram feridos devido aos confrontos. Cerca de 11 milhões de pessoas se tornaram refugiados.

PUBLICIDADE

A democracia deve ser um valor comum de todos os países, e não uma ferramenta política. Os EUA não estão em posição de opinar sobre o assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email