Empresas de energia dos EUA se preparam para crise de fornecimento, diz mídia

A demanda de energia deve atingir altas históricas e as concessionárias já estão alertando que podem não ter o equipamento capaz de manter a rede de atendimento

www.brasil247.com - Linhão Manaus-Boa Vista
Linhão Manaus-Boa Vista (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasi)


Sputnik - Os fornecedores de energia norte-americanos estão enfrentando escassez decorrente do aumento da pressão na rede energética devido às temperaturas recordes, à medida que as pessoas aumentam o uso de ar condicionado, informou a Reuters na última quarta-feira (29).

De acordo com dados da Refinitiv, o clima nos EUA tem sido cerca de 21% mais quente do que a média dos últimos 30 anos.

"Agências federais responsáveis pela confiabilidade de energia, como a Comissão Federal Reguladora de Energia [FERC, na sigla em inglês], alertaram que as redes na metade oeste do país podem enfrentar problemas de confiabilidade neste verão, à medida que os consumidores ligam os aparelhos de ar condicionado para escapar do calor", afirma o relatório.

As empresas de energia estão preocupadas em não conseguirem encontrar as peças de reposição para consertar os equipamentos com rapidez suficiente para evitar interrupções no serviço, com algumas delas já relatando problemas devido ao calor. O Conselho de Confiabilidade Elétrica do Texas (ERCOT, na sigla em inglês), por exemplo, teve de pedir aos clientes que reduzissem o uso de energia e aumentassem a temperatura dos condicionadores de ar depois que seis usinas ficaram offline durante uma onda de calor em meados de maio.

Um mês depois, cerca de 200.000 casas e empresas em Ohio ficaram sem eletricidade depois que uma tempestade danificou as linhas de transmissão em todo o estado, e a operadora da rede foi forçada a cortar a energia em algumas áreas para evitar que as linhas restantes ficassem sobrecarregadas.

O relatório diz que as operadoras da rede estão enfrentando uma terrível escassez de transformadores, que convertem energia de alta tensão em eletricidade usada nas residências. De acordo com duas associações do setor, algumas delas tiveram que esperar um ano ou mais por peças de transformadores.

"Você não quer esgotar seu estoque porque não sabe quando essa tempestade está chegando, mas você sabe que está chegando [...] Se tivermos dias sucessivos de calor de 100 graus, aqueles transformadores de topo de poste, eles começam a estourar como flocos de arroz, e não teríamos a pilha de suprimentos para substituí-los", disse à Reuters o chefe do Grupo Empresarial de Serviço Público (PSEG, na sigla em inglês), Ralph Izzo.

De acordo com a agência de notícias, a fim de preservar as peças de reposição para condições climáticas inesperadas, as operadoras de serviços públicos vêm mudando seus hábitos de manutenção.

"Estamos fazendo muito mais emendas, juntando cabos, em vez de instalar novos cabos porque estamos tentando manter nosso novo cabo para estoque quando precisamos", disse o chefe da operadora de rede AEP, com sede em Ohio, Nick Akins.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email