Enquanto convenção de Trump fala de 'compaixão', polícia abre fogo contra manifestantes no estado de Wisconsin

Disparos durante protestos deixam ao menos 3 baleados e 1 morto nos EUA, informa a agência Sputnik

Repressão em Winsconsin
Repressão em Winsconsin (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Ao menos três pessoas foram baleadas e uma morta nos protestos que ocorreram durante a noite em Kenosha, segundo o New York Times, citando autoridades policiais.

De acordo com New York Times, os tumultos ocorreram durante a noite de terça-feira (25), duas horas após a entrada em vigor do toque de recolher.

A polícia advertiu os manifestantes que eles estavam participando de um "ato ilegal". Em seguida, os policiais dispararam gás lacrimogêneo contra a multidão.

Anteriormente, as autoridades da cidade de Kenosha, localizada na região centro-oeste do estado do Wisconsin usaram gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, que saíram às ruas após Jacob Blake ser morto por policiais.

Blake foi baleado pela polícia a uma curta distância no domingo (23), enquanto supostamente estava tentando acabar com uma briga entre duas mulheres.

Na ocasião, as testemunhas afirmaram ter escutado ao menos sete disparos. O incidente provocou uma nova onda de protestos contra a violência policial e discriminação racial.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247