Equipe da OMS voará de Cingapura para Wuhan na quinta-feira, diz porta-voz da chancelaria chinesa

Uma equipe internacional de especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) voará de Cingapura para Wuhan na China nesta quinta-feira (14), disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A equipe de rastreamento da origem do novo coronavírus irá conduzir pesquisas conjuntas com cientistas chineses, afirmou Zhao Zhao Lijian, porta-voz da chancelaria chinesa, numa entrevista coletiva regular. A equipe chegará a Wuhan na quinta-feira (14).

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores informou na segunda-feira (11) que a China tem conduzido intercâmbios e cooperado com a OMS no rastreamento da origem do novo coronavírus de maneira aberta, transparente e responsável.

Os especialistas chineses e da OMS trocaram informações sobre os últimos avanços no rastreamento da origem do novo coronavírus e trabalharam juntos para formular um plano de cooperação na China sob um plano mais amplo para a realização de investigações globais, disse ele.

"O rastreamento da origem do novo coronavírus é uma questão científica, devendo ser conduzido em cooperação com cientistas de todo o mundo", disse Zhao.

“Com o conhecimento constantemente intensificado sobre o vírus e a descoberta de mais casos, é altamente provável que o rastreamento da origem envolverá muitos lugares do mundo, e a OMS realizará inspeções semelhantes em outros países, se necessário”.

"A China está disposta a manter a cooperação neste âmbito com a OMS e especialistas internacionais para contribuir com o rastreamento global da origem do novo coronavírus", informa o Diário do Povo.

A China manteve diálogo com a OMS sobre uma visita a Wuhan, capital da província de Hubei, por especialistas da OMS, definindo um acordo detalhado, que inclui o processo, o foco e o procedimento da pesquisa científica durante a visita, afirmou Zeng Yixin, vice-diretor da comissão, numa coletiva de imprensa no sábado (9).

Equipes específicas de especialistas chineses em diferentes disciplinas, como virologia, epidemiologia e saúde pública, irão cooperar com a equipe da OMS, disse ele.

Gao Fu, diretor do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças, afirmou ao China Daily anteriormente que o progresso no rastreamento da origem do novo coronavírus no ano passado foi limitado, embora os pesquisadores na China e no exterior tenham realizado grandes esforços conjuntos.

"Muito ainda se desconhece sobre o vírus, e esforços científicos persistentes e rigorosos precisam ser realizados no caminho para encontrar a resposta, e uma investigação mundial completa deve ser uma prioridade."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247