Estados Unidos temem atos de violência às vésperas de posse de Biden

Após as ações violentas com a invasão ao Capitólio na semana passada, as forças policiais dos Estados Unidos estão em alerta e se preparam para mais episódios de violência

Trump, Capitólio invadido por apoiadores de Trump e Joe Biden
Trump, Capitólio invadido por apoiadores de Trump e Joe Biden (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para a posse de Joe Biden como presidente, no próximo dia 20, O FBI (a Polícia Federal dos EUA) e o Departamento de Justiça estão em alerta para prevenir e coibir atos armados em todos os 50 estados, segundo documento revelado pela rede de TV ABC.

Na semana passada, por incitação do presidente Donald Trump, seus partidários de extrema direita invadiram a sede do Capitólio para tentar impedir a certificação de Biden pelo Congresso como presidente eleito. 

O Departamento de Justiça americano e o FBI informaram que ao menos 70 pessoas já foram acusadas pela invasão. Esse número deve crescer nos próximos dias. Os presos devem ser acusados por crimes graves.

A polícia do Capitólio já informou que não será permitida qualquer aproximação do público no dia da posse e já bloqueia as ruas em volta do prédio.

O jornal americano "The Washington Post" revelou nesta terça-feira (12) que o escritório do FBI na Virgínia emitiu um comunicado avisando sobre uma possível preparação de um grupo pró-Trump para a invasão do Congresso.

O FBI investiga se algum dos manifestantes planejava matar ou sequestrar parlamentares no dia da invasão, quando o Congresso se reuniu para certificar a vitória de Biden, informa o UOL.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247