Estratégia do Indo-Pacífico dos EUA mina paz na região e falhará, diz China

O Ministério das Relações Exteriores da China criticou a Estrutura Econômica do Indo-Pacífico adotada pelos EUA

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters)


Sputnik - O Ministério das Relações Exteriores da China criticou a Estrutura Econômica do Indo-Pacífico adotada pelos EUA, que diz obrigar os países da região a escolher lados, em detrimento da integração.

A Estrutura Econômica do Indo-Pacífico (IPEF, na sigla em inglês) proposta pelos EUA, visa fomentar o confronto e minar a paz na região, e está condenada ao fracasso, disse no domingo (22) Wang Yi, ministro das Relações Exteriores da China.

Os povos do Indo-Pacífico estão bem ciente dos conflitos e confrontos causados pela hegemonia dos EUA, e os países da região estão agora buscando a estabilidade e a felicidade nacional, disse o diplomata chinês durante uma entrevista coletiva após uma reunião com Bilawal Bhutto Zardari, seu homólogo do Paquistão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Yi observou que os países não querem escolher lados, e que a principal tendência é promover a integração regional e construir uma comunidade Ásia-Pacífico com um destino comum.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto isso, os EUA, sob a bandeira da "liberdade e abertura", estão tentando formar grupos na região, procurando colocar os países da região a serviço de sua hegemonia, disse ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Os fatos provarão que a chamada estratégia Indo-Pacífico é essencialmente uma estratégia de criar dissensões, fomentando o confronto e minando a paz. Não importa como esta estratégia seja apresentada, ela acabará falhando", disse Wang Yi.

A iniciativa de Joe Biden, presidente dos EUA, de criar a IPEF foi criada para garantir cadeias de abastecimento seguras e sustentáveis, e para estabelecer as regras para a economia digital, investimento e outras áreas importantes de cooperação, de acordo com Washington, e se espera que integre a Austrália, Cingapura, Coreia do Sul, Japão e Nova Zelândia. O IPEF teria o objetivo combater a crescente influência da China na indústria global de tecnologia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além da IPEF, que foi originalmente anunciado em 2021, os EUA participam do grupo Quad, que integra também a Austrália, Índia e Japão, uma associação militar vista como tendo o objetivo de conter a China. Os EUA ainda criaram a iniciativa Reconstruir um Mundo Melhor (B3W, na sigla em inglês), que procura criar uma alternativa ao Um Cinturão, Uma Rota, um programa de financiamento de infraestruturas mundial chinês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email